O CÉU DO MÊS DE FEVEREIRO 2014 – PREVISÃO ASTROLÓGICA

O mês começa iluminando os ajustes que precisam ser feitos entre a indivi­dualidade e as crenças e os valores de família sob o aspecto que o Sol forma com Júpiter. Amigos podem ajudar ou precisar de ajuda para participar, adequada­mente, de um evento social, compreender melhor uma questão íntima ou para compor uma situação econômica.

Convém olhar adiante e ver que ajustes financeiros precisam ser feitos por conta da energia disposta entre Sol e Plutão, que incita reação contra o cercea­mento de liberdade gerado pelo mau uso de recursos. Podem se esperar refor­mistas e organizações de classe em revolta contra a falta de transparência dos que ocupam cargos públicos. No dia 2, o Sol reage a Vênus e incentiva desapego. Isso vale para dinheiro e para relações interpessoais. Tentar “prender” alguém será como incentivar a fuga.

Comunicação

Ainda na primeira semana do mês, Mercúrio começa a sua primeira retro­gradação do ano em Peixes. Do dia 6 ao dia 28, vive-se uma espécie de “telefone sem fio” com comunicações imprecisas e ruidosas que geram confusão. E mais: extravio de documentos, engano de endereço e dispersão. O momento é opor­tuno para rever ideias, negociações e, também, para retomar contatos em busca de eventuais conversas reparadoras. Projetos que envolvam ações sociais passam por sensível revisão de planos. Detalhes passam despercebidos. Pode ser necessá­rio fazer ou refazer exames médicos. É recomendada atenção a qualquer tipo de contaminação, mental e física, porque existe maior susceptibilidade a influências.

No dia 13, quando Mercúrio voltar para Aquário, signo em que vai ficar em retrogradação até o final do mês, a atenção deve se orientar para as comunica­ções via internet, redes sociais, hackers, “vírus”, “bugs”, sistemas “fora do ar”, entre outros problemas comuns à comunicação do mundo online.A retrograda­ção de Mercúrio em Aquário estimula o desenvolvimento da capacidade criati­va e a percepção da diferença entre o novo e a novidade.A novidade indica um modo diferente de se ver ou se fazer a mesma coisa e, portanto, é passageira. O novo quebra paradigmas e, por isso, dura por muitos anos. Não é recomendável fazer lançamentos de novas tecnologias no período. Operações financeiras estão sujeitas a imprevistos. Pode-se criar ou resolver mal-entendidos. Momento de repensar projetos futuros.

Estrela

Com Sol em Aquário e Saturno em Escorpião em desarmonia no céu (11/02), observam-se atrasos por distração, falta de comprometimento, baixa de energia e conflitos de autoridade. Limites são impostos aos projetos em desenvolvimento.Tem-se briga entre o futuro e o passado, entre o progressista e o conservador, o anarquista e o militar de alta patente. Padrões rígidos são ques­tionados por novas perspectivas. Não ha convergência de interesses e será exigi­da a capacidade de adaptação. Logo no inicio da segunda semana do mês, ha que se delegar sem abdicar de responsabilidade. Irresponsabilidades dos dirigentes trazem graves prejuízos e podem gerar consequências criticas. Exigem-se paciência e temperança. 0 aspecto de tensão entre Sol e Urano em Áries (13/02) reafirma estresse com egoísmos, ações arbitrarias e necessidade de mudanças rápidas. Na sequência (14/02), o aspecto abrasivo entre o Sol e JÚPITER em Câncer aponta para possibilidade de comprometimento da credibilidade, desordem na vida domestica e gafe publica. 0 desafio é encontrar fé e determinação sobre a compreensão de que o “tempo tem suas razoes”.

Na metade do mês, entre os dias 15 e 16, o Sol se encontra com Mercúrio e ambos se harmonizam com Marte, trazendo muita vitalidade física e, principalmente, mental. Com clareza de objetivos e energia calibrada sente-se confiança para ganhar o mundo e, com essa qualidade, se ganha mesmo. Ótima oportunidade para atingir metas, e inclusive retomar algumas já desacreditadas. Ocasião também propicia para conquistar boas parcerias e maior liberdade de expressão. Dias de coragem e animação. Mos o Sol e Mercúrio formam aspectos com Urano e Plutão indicando que atitudes muito radicais ou impensadas vão provocar desgastes impactantes e trazer nervosismo. Então, deve-se dar preferência a moderação.

Sol

No dia 18, o Sol chega ao signo de Peixes e é dada mais atenção à vida es­piritual. Percebe-se melhor a energia que transcende os limites do corpo e da matéria e busca-se uma espécie de purificação. Existe maior solicitude, volun­tariedade, compaixão, encantamento e fantasia.

Conversas difíceis podem ser esperadas, no meio da semana, com a desar­monia entre Mercúrio e Saturno (19/02). Coloca-se em “xeque” a diferença entre teoria e pratica. Ideia e realidade apresentam divergências que sugerem reavaliação da capacidade de execução de um projeto. Ideias ut6picas “caem na real”. Mas é preciso sonhar.

O encontro do Sol com Netuno em Peixes (23/02) aumenta o interesse pela metafísica. Fomenta a filantropia e a necessidade de viver um sonho. Essa visão também promove enganos e percepção romanceada da realidade. Ainda assim, a intuição pode ser mais iti1 que a razão nesse dia. E um Ótimo momento para assistir a shows de musica, de mágica, ir ao cinema, ao teatro e estar em contato direto com movimentos socioculturais.

Vênus harmoniza com Saturno (25/02) e indica que investimentos conser­vadores e de baixo risco são os melhores para o final do mês. Guardar, poupar, o que vai garantir a manutenção do status e da atual condição financeira. Bom momento para fortalecer as relações afetivas.

jupiter24_iya

Júpiter em Câncer desarmoniza cm Urano em Áries (26/02) e, no atual desse mês, acontece um dos aspectos mais difíceis, advindo desde o ano passado: a quebra de confiança. Ha mudanças de convenções, nos ambitos pessoal e cole­tivo, diante da quebra de valores morais e sociais. Escândalo e intempestividade repercutem tanto no bolso quanto na bolsa de valores — tanto nas corporações quanto nas residências. Sobretudo, impactam a Fe na vida e nas pessoas.

    Mas, no final do mês… “Vida que segue!” Mercúrio volta a ficar em mo­vimento direto (28/02). Termina, assim, junto com o mês, o primeiro dos três tempos do ano em que mais se sofre com ruídos de comunicação, confusão de pensamentos e com movimentações equivocadas. 0 discurso volta a ter fluência e clareza e ha intensa vontade de se fazer entender. Ideias cursam no sentido da dissolução e do avanço.

Fonte: O Livro da Lua 2014. Márcia Mattos. 1a ed. – RJ: BestSeller – 2013.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s