O governo indiano quer crescimento econômico, com energia barata, ainda que afete o clima no mundo.


O acordo, fechado durante a visita da Secretária de Estado, Hillary Clinton, à Índia, diz que os Estados Unidos vão vender aos indianos tecnologia e armamento sofisticados, como aviões de caça, além de reatores nucleares.

A Índia já indicou duas áreas, onde empresas americanas irão construir os reatores. Um negócio de mais de US$ 10 bilhões de dólares.
Os Estados Unidos vão monitorar o uso de tudo o que for vendido, para garantir que tecnologias americanas, tanto nucleares quanto militares, não caiam em mãos erradas e sejam transferidas para outros países.
Para o restante do planeta não teve boa notícia: Índia e Estados Unidos não se entenderam sobre medidas para combater o aquecimento global.

A Índia disse "não" para o meio-ambiente e se recusou a reduzir a emissão de dióxido de carbono. O governo indiano quer crescimento econômico, com energia barata, ainda que afete o clima no mundo.

Em dezembro, os países vão se reunir em Copenhagem para traçar novas metas contra o aquecimento global; uma revisão do Protocolo de Kioto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s